O JOGO
  • -->

Treino de natação para competições em águas abertas

TESTEIRA_CHECK-IN ESPORTIVO

A natação tem inúmeros benefícios, sendo um dos esportes mais completos por trabalhar todos grupos musculares, capacidade aeróbia, flexibilidade e muito mais. Mesmo assim, existe uma grande diferença entre natação para piscina e natação para águas abertas, represas ou mar. O trabalho a ser feito, para o atleta estar apto a participar de uma prova em águas abertas, é muito específico e abrange, além do lado físico, estar muito bem preparado emocionalmente.

No dia 9 de dezembro, haverá prova Fuga das Ilhas, na Barra do Sahy, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo. Assim como eu, o professor de natação Marcos Tomaiolo também faz preparação específica para seus alunos para esta modalidade.

“Desafio. Essa é a palavra que todo nadador adora ouvir. O desafio de encarar uma prova de travessia em alto mar, em especial a Fuga das Ilhas, que é considerada uma das mais belas e também festivas do calendário. Os atletas são levados em escunas até a ilha de Sahy, distante cerca de 1,5km da costa, num percurso aproximado de 10 minutos, no qual os nadadores se conhecem e se confraternizam antes de encarar a prova. A largada é feita em várias baterias. Mas o percurso pode aumentar muito, chegando a passar de 2km, dependendo da correnteza e trajeto feito por cada nadador”, explicou Tomaiolo.

Por esse motivo, a preparação precisa ser muito bem executada, pois cada atleta tem que estar apto para ir além de 1,5km, que é a distância entre a ilha e o continente, pois, muito provavelmente, passará dessa distância.  Tomaiolo reforça que “precisa adaptar o treinamento às condições que vamos encontrar no mar para realizar a travessia, como sol, densidade, correnteza, direção, força, entre outras. No mar, outros músculos são mais exigidos. Por isso, precisamos ter atenção especial na respiração, as braçadas devem ser mais amplas e mais frequentes, e o trabalho de pernas também é mais exigido. Tudo isso exige grande preparação física.”

A orientação espacial precisa ser muito bem estimulada. Existem técnicas pelas quais o nadador irá se orientar para estar sempre na direção correta e assim ter um gasto de energia menor. Marcos Tomaiolo lembra que no dia da prova alguns cuidados são importantes, tais como: usar protetor solar er óculos de natação com lentes escuras também facilita, estar bem hidratado e realizar uma prova tranquilo.

“Vale lembrar que provas como a Fuga das Ilhas possuem todo aparato de segurança, com salva vidas em lanchas, pranchas e jet skis acompanhando os nadadores. Nunca se deve treinar por conta própria. Procure uma academia ou escola de natação com profissional de educação física capacitado para auxilia-lo neste desafio e tenha uma boa prova”, finalizou Tomaiolo.

No dia da prova, o nadador precisa participar estando totalmente capacitado para tal. Lembre-se que a medalha você conquista nos treinos; no dia da prova, só vai buscá-la!

Prepare-se com responsabilidade!

ROGÉRIO PÉCCHIO, treinador de corrida e natação.

Vinheta Pecchio Run