O JOGO

Théo vence e aumenta distância no Pé de Chumbo

Théo, seguido por Giovanni, Pitoli e Patrik, foi o ganhador em Paulínia

Théo, seguido por Giovanni, Pitoli e Patrik, foi o ganhador em Paulínia

Théo Pioli Trevisani foi o vencedor da sexta etapa da Copa Sópneus Goodyear de Kart Pé de Chumbo, que aconteceu na manhã de sábado (10), no Kartódromo San Marino, em Paulínia, abrindo o calendário do segundo semestre. Com o resultado, o piloto #27 chegou a 324 pontos e aumentou a distância na liderança da 14ª temporada do campeonato que movimenta empresários e profissionais liberais de Americana, São Paulo, Santos e Balneário Camboriu-SC.

Ao final da quinta etapa, em Vespasiano-MG, em junho, Théo estava 19 pontos à frente de Giovanni Pamfílio e 37 à frente de Rogério Pompermayer, que são seus principais adversários. Agora, a diferença subiu para 22 e 41 pontos, respectivamente – confira a classificação geral.

Das seis etapas já realizadas, Théo ganhou quatro – três em Paulínia e uma em Vespasiano. Os outros vencedores do ano foram Douglas Pitoli, em Araraquara, e Marcel Torina, em Limeira. A realidade dos números, no entanto, virá à tona após a sétima rodada, programada para o dia 7 de setembro. Depois dessa etapa, todos os pilotos terão de descartar um resultado. Se o descarte fosse hoje, Theo seguiria na ponta com 278 pontos, mas a diferença cairia para 16 em relação a Pompermayer e subiria para 24 em relação a Giovanni.

Corridas

Douglas Pitoli foi o nome da corrida que abriu a programação no San Marino – veja vídeo da etapa. Mais rápido na tomada de tempos, largou na pole position, manteve posição e trouxe Rogério Pompermayer na cola. Os dois andaram juntos durante toda bateria, com boa diferença para os demais.

Atrás dos ponteiros, nada menos do que sete pilotos formaram bloco e brigaram por posições de maneira intensa: Rafael Contatto, Théo Trevisani, Giovanni Pamfílio, Marcelo Contatto, Marcel Torina, Marcelo Marusso e Patrik Camargo Neves.

Após 19 voltas, Pitoli cruzou em primeiro lugar, mas foi penalizado em 3 segundos pela direção de provas por ter “queimado” a largada. Com isso, a vitória caiu no colo de Pompermayer, que chegou em segundo. Mesmo punido, Pitoli ainda garantiu a segunda posição.

Na segunda corrida da rodada, o destaque ficou para Theo. O líder do campeonato saiu na terceira fila, em sexto lugar, e superou todos que estavam à frente para receber a bandeira quadriculada da vitória após 20 voltas.

O resultado, porém, demorou um pouco para ser oficializado. Os diretores de prova se reuniram e penalizaram Theo em 4 segundos por um toque no kart de Pitoli na ultrapassagem. Assim, o piloto #27 desceu para a segunda posição.

A punição daria a vitória para Pitoli, mas ele foi novamente penalizado pela direção, desta vez em 11 segundos por causa de uma batida no kart de Marusso. Desta forma, Théo voltou para a primeira colocação, com Giovanni na segunda. Punido, Pitoli despencou para o 10º lugar.

Na somatória das duas baterias, Théo Trevisani foi o ganhador em Paulínia com total de 55 pontos. O pódio ainda teve Giovanni Pamfílio, segundo colocado com 52 pontos; Rogério Pompermayer, terceiro com 51; Marcel Torina, quarto com 48; e Patrik Neves, quinto também com 48.

Marcel ainda ficou com o ponto de bonificação pela volta mais rápida da rodada, ao cravar 45s522 na última passagem da primeira bateria

GAROTINHO, MAIS UMA VEZ, DOMINA A LIGHT

A categoria Light da Copa Sópneus Goodyear de Kart Pé de Chumbo teve, mais uma vez, o domínio de Candido Santos Neto (Garotinho). Com o 10º lugar na primeira corrida e o 11º na segunda – o campeonato tem grid único -, ele foi o ganhador da divisão de acesso, totalizando 38 pontos.

Garotinho é líder disparado da Light com 222 pontos – na classificação geral, aparece em oitavo lugar – e somente uma combinação pouco provável de resultados pode evitar que ele seja o campeão de 2019 e esteja na elite do Pé de Chumbo no ano que vem.

Os dois mais próximos de Garotinho são Ederson Rodrigues, que estreia na temporada e tem 174 pontos, e Oswaldo Delfin Nogueira (Oswaldinho), campeão da categoria na temporada passada e que soma 166 pontos.

Na rodada no San Marino, o pódio da Light teve, além de Garotinho, Oswaldinho, segundo colocado com 35 pontos; Ederson, terceiro com 33; Paullo Rosa, quarto com 29; e Carlos Barbosa, quinto com 25.