O JOGO

Théo Trevisani conquista título do Pé de Chumbo 2019

Théo Trevisani (kart 27) durante corrida deste sábado no San Marino

Théo Trevisani (kart 27) durante corrida deste sábado no San Marino

Théo Pioli Trevisani conquistou neste sábado (23/11) o título de campeão da Copa Sópneus Goodyear de Kart Pé de Chumbo ao ficar em sexto lugar na classificação geral da 10ª e última etapa, no Kartódromo San Marino, em Paulínia. Com isso, chegou ao total de 475 pontos na temporada, 3 a mais que o vice-campeão Rogério Pompermayer.

Na primeira corrida da rodada, Rogério alcançou a vitória na última passagem, superando Rafael Contatto, que largou na pole position e manteve-se à frente durante 19 voltas. Atrás deles, em terceiro lugar, cruzou Théo.

O resultado deixou Théo ainda mais próximo do título, pois bastaria o 10º lugar na segunda corrida para ser campeão – isso se Rogério voltasse a vencer. Foi, então, que a dramaticidade entrou em cena.

Na metade da prova, Giovanni Pamfílio, que era o terceiro colocado, rodou e alguns pilotos tiveram que desviar e sair da pista para que não houvesse nenhuma batida. Entre eles, Théo, que caiu para último lugar.

Desta forma, Rogério, que pulou para o terceiro lugar, via o bicampeonato se aproximando. Théo, no entanto, conseguiu se recuperar, ganhou posições, fechou em 10º e comemorou seu primeiro título no Pé de Chumbo. Quem ganhou a corrida foi Douglas Pitoli.

O pódio da última etapa do Pé de Chumbo teve Rogério Pompermayer (56 pontos), Douglas Pitoli (52), Patrik Camargo Neves (49), Fernando Santo André (48) e  Alberth Janjon (47).

Na classificação geral do campeonato, o Top 5 ficou com Théo Trevisani (475 pontos), Rogério Pompermayer (472),  Douglas Pitoli (453),  Giovanni Pamfílio (421) e Patrik Neves (405).

LIGHT

Na divisão Light do Pé de Chumbo, Candido Santos Neto consolidou o título e o acesso à elite ao ganhar a rodada deste sábado em Paulínia. Ele totalizou 40 pontos nas duas baterias, fechando a etapa em primeiro na categoria e em oitavo no geral.

No campeonato, Neto somou 333 pontos e teve números incontestáveis – ganhou 17 baterias e chegou em segundo em três. Além do campeão, o Top 5 da Light ficou com Oswaldinho Nogueira (270 pontos), Paulo Rosa (264), Ederson Rodrigues (258) e  Ivan Dantas (218).

Texto e foto: Zaramelo Jr.