O JOGO

Rio Branco busca mais 5 pontos para afastar risco

Por Zaramelo Jr.

O Jogo | 2015, 3 de abril

Jogadores do Rio Branco festejam gol contra o Guarani, em Americana

Jogadores do Rio Branco festejam gol contra o Guarani, em Americana

Depois de ficar seis rodadas sem ganhar na Série A2 do Campeonato Paulista, o Rio Branco voltou a respirar após a vitória sobre o Guarani por 2 a 0, sábado (28), em Americana. O time chegou aos 16 pontos e agora precisa de mais 5 para exorcizar o fantasma do rebaixamento.

A fuga da queda à 3.a divisão é a prioridade de momento, pois a diferença que separa o Rio Branco da zona de rebaixamento é de apenas 4 pontos. Considerando-se as últimas edições do campeonato, com 21 pontos a possibilidade de descenso é praticamente nula.

A chance de brigar pelo acesso ainda existe no aspecto matemático, mas é pouco provável que o Rio Branco consiga atingir esse objetivo. A sequência de seis derrotas foi fatal para afastar o time do grupo que busca chegar à 1.a divisão do futebol de São Paulo. Hoje, o time está 8 pontos atrás do 4.o colocado e é bastante complicado tirar essa diferença em seis rodadas.

Para afastar de vez o risco de voltar à Série A3, o Rio Branco tem excelente oportunidade de somar 3 pontos na rodada do final de semana. O time joga contra o Catanduvense, sábado (4), às 16 horas, no Estádio Décio Vitta. O adversário tem 12 pontos e é o antepenúltimo colocado.

Em caso de vitória, o Rio Branco sobe mais um pouco na tabela de classificação e mantem o adversário na parte debaixo, ampliando de 4 para 7 pontos a distância entre eles.

Depois do Catanduvense, o Rio Branco ainda enfrentará em casa Paulista (dia 18) e Comercial (dia 25) e sairá para jogar contra Matonense (dia 8), Água Santa (dia 11) e Monte Azul (dia 3 de maio).

O técnico Carlos Octávio deve manter para a partida contra o Catanduvense o mesma formação do Rio Branco que bateu o Guarani, ou seja: Cléber Alves; Émerson, Wendel Raul e João Gabriel; Luiz Paulo, Mika, Sandro Costa, Wendell e Romário; Jobinho e Fernando.