O JOGO

RB busca reabilitação para afastar risco de pressão

João Gabriel está confirmado na zaga do RB (F: Wado Pellizoni)

João Gabriel está confirmado na zaga do RB (F: Wado Pellizoni)

Depois de perder a invencibilidade diante do São Caetano, semana passada, em Capivari, o Rio Branco busca a reabilitação contra o Atlético, neste sábado (21), às 17 horas, em Sorocaba, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

Mais do que manter-se no G4 (grupo de acesso), o Rio Branco tenta afastar qualquer possibilidade de pressão antes do dérbi contra o União Barbarense, marcado para o próximo dia 28, em Santa Bárbara d´Oeste. Por isso, a vitória em Sorocaba é vista como vital às pretensões do técnico Fahel Junior e seus comandados.

Derrotar o Atlético, de campanha irregular e ocupando apenas o 12º lugar, deixa o Rio Branco entre os primeiros colocados e dá tranquilidade na preparação para o dérbi. Perder pela segunda vez pode trazer consequências complicadas, principalmente em termos de pressão para o jogo contra o arquirrival União.

Para a partida em Sorocaba, amanhã, Fahel Junior fará mudanças no Rio Branco, mais especificamente no sistema defensivo. O zagueiro Émerson cumpre suspensão automática e o lateral-esquerdo Nicholas foi sacado por questões técnicas. Seus substitutos serão Henrique Motta e Keitá, que jogarão improvisados já que são meio-campistas de origem.

O treinador poderá contar com o retorno do meia Norton, que não enfrentou o São Caetano porque tem vínculo contratual com o time do ABC. Assim, o Rio Branco inicia o jogo contra o Atlético com Cléber Alves; Matheus Borelli, Henrique Motta, João Gabriel e Keitá; Romário, Sampson, Sandro Costa e Norton; Jobinho e Fernando.

Zaramelo Jr.

O Jogo | 2015, 20 de fevereiro