O JOGO

Prefeitura deixa de bancar os campeonatos das ligas

Roger afirmou que prefeitura não pagará mais as taxas de arbitragem

Roger afirmou que prefeitura não pagará mais as taxas de arbitragem

O orçamento da Secretaria de Esportes de Americana para 2015 chega perto de R$ 10 milhões, mas, em razão da situação financeira caótica da prefeitura, o vice-prefeito e secretário Roger Willians sabe que não terá todo esse dinheiro à disposição. Por isso, os cortes são inevitáveis e necessários.

Uma das medidas anunciadas por RW é que a prefeitura, a partir deste ano, deixará de bancar os campeonatos organizados pelas ligas de futebol e futebol de salão. Há muitos anos o poder público paga a taxa de arbitragem e isso agora está fora de cogitação.

“Já avisamos às ligas que a prefeitura não vai abrir licitação para arbitragem. Pode até ser que mais para frente, caso a situação financeira melhore, seja possível pagar a arbitragem dos campeonatos das categorias de base, mas a posição de momento é que as ligas têm que buscar recursos para custear seus campeonatos”, disse o secretário. “Essa medida é um gesto de responsabilidade da qual não abro mão”, acrescentou.

Vice-presidente da Liga Americanense de Futebol (LAF), José Zázeri disse que passará a cobrar taxas dos clubes para pagamento da taxa de arbitragem. “Já vínhamos estudando essa possibilidade desde o ano passado e agora terá de ser colocada em prática”, falou.

Zaramelo Jr.

O Jogo | 2015, 22 de janeiro