O JOGO

Planeta Bola

TESTEIRA RENAN

- Conforme ficou consignado entre nós, por motivos de patriotismo e racionalidade, pularei, neste momento, a análise do Grupo E da Copa do Mundo da Rússia e irei ao Grupo F, que tende a ser um tanto quanto divertido!

- A cabeça-de-chave é a poderosa e temida Alemanha, que, vamos combinar, deve atropelar todo e qualquer adversário na 1ª fase. A equipe de Joachim Low mantém a base e, principalmente, a ideia de jogo, muito baseada no que o Barcelona de Guardiola e a Espanha campeã mundial nos mostraram. Além disto, conta com inúmeros jovens talentos surgindo a torto e direito em todos os times das suas ligas. Para mim, a seleção alemã é uma das principais favoritas ao título.

- Quem também deve se garantir na 2ª fase é a boa equipe da Suécia, ainda que sem o marrento e craque Ibrahimovic. Muito impulsionada por todo o talento do meia Eriksen, a seleção sueca tem como característica um jogo vertical e divertido, atuando sempre em direção ao gol adversário e com estruturação tática muito europeia – em que cada atleta sabe discernir bem suas funções. Para mim, a Suécia passa de fase e… só!

- O México é sempre um time perigoso. Todos conhecemos o seu estilo de jogo: aberto, em uma desenfreada busca do gol que possa lhe garantir os gols necessários. Porém, ao meu ver, a geração mexicana atual não é das melhores e apenas o faro do já ultrapassado “Chicharito” me parece muito pouco, ou quase nada, para vislumbrar algo a mais. Que me desculpem os mexicanos, mas desta vez eles passarão vergonha…

- Por fim, confesso não saber muito – quase nada mesmo – sobre a seleção da Coréia. Aliás, talvez até por isso essa análise seja a mais curta e objetiva: os coreanos devem ser eliminados sem fazer sequer um ponto.

ronaldinho gaúcho

- Para terminar, não podia deixar passar um fato muito triste para a história do amado futebol. Nessa semana, o lendário e incrível Ronaldinho Gaúcho anunciou o final de sua brilhante carreira. Duas vezes eleito o Melhor do Mundo, Gaúcho parecia brincar com a bola, chamá-la de “você”, um dom que tão poucos têm o privilégio.

- Gaúcho não foi o mais brilhante dos Ronaldos que fizeram história – este é o Fenômeno – nem tão pouco o mais premiado ou efetivo – este é o Cristiano –, mas com toda certeza é aquele que por mim é mais admirado: Ronaldinho Gaúcho transformou o esporte em música, em arte, de certo modo, para mim é como um mago, é uma entidade que nunca mais será vista.

- Ronaldinho Gaúcho é simples e alegremente genial!

Fraternal amplexo.