O JOGO

Papo com o Zara

papo com o zara

Estádio lindo; time horroroso

Movido pela paixão futebolística que vem desde a maternidade, fui ver Palmeiras x Sport, quarta-feira (19), na inauguração do Allianz Parque. Meu filho Renan, companheiro de todas as horas, estava ao meu lado. Tanto na entrada como na saída, vimos várias pessoas de Americana.

O estádio realmente é lindo. Impactante. De fato, fizeram uma obra de arte. Um espetáculo à parte, como filosofa Mauro Beting, que sofre da mesma doença verde que eu e meu filho e outros 16 milhões.

Se o estádio é lindo, o time do Palmeiras é horroroso. E não é pouco horroroso, não. É muito!!!

Com meio século de vida e 32 anos de profissão, nunca vi nada parecido. Nem durante a seca de títulos de 15 anos, entre a segunda metade dos anos 70 e o início dos anos 90, houve concentração tão gigantesca de jogador perna de pau com a camisa alviverde como há agora.

Um time sem qualidade técnica, sem definição tática, sem personalidade, medroso, que defende mal, marca pior ainda e provoca risos quando ataca.

Até cheguei a acreditar que o Palmeiras estava livre do terceiro rebaixamento à Série B, mas já não tenho mais nenhuma convicção disso. O que pode evitar mais uma queda é a incompetência dos adversários, porque esperar que esse amontoado de jogadores salve o Palestra é exigir demais dos deuses da bola que estejam de plantão neste final de temporada. É muito mais prudente e menos sofrido torcer por tropeços da concorrência do que por vitórias palmeirenses.

Um estádio tão lindo como o Allianz Parque não merecia ser inaugurado por jogadores do naipe futebolístico de Tóbio, Juninho, Marcelo Oliveira, Wésley (que até tem um pouco de técnica, mas sua vontade é zero), Diogo, Henrique, Felipe Menezes, Mazinho, Allione, Mouchê… É crime inafiançável à tradição da Sociedade Esportiva Palmeiras!

Que San Gennaro dê uma mãozinha porque, no que depender dos pés desta boleirada contratada pela dupla Paulo Nobre-José Carlos Brunoro, o sofrimento será enorme.

renan e zara no alianz arena site