O JOGO

Magic Paula elogia projeto de basquete da ADCF Unimed

Guilherme Henrique de Souza Ferreira, Libório Albim, Ricardo Molina Dias, Magic Paula, Mario Antonucci e Adriana Santos

Guilherme Henrique de Souza Ferreira, Libório Albim, Ricardo Molina, Magic Paula, Mario Antonucci e Adriana Santos durante coletiva na Unimed

Uma das principais jogadoras da história do basquete, Maria Paula Gonçalves da Silva, a Magic Paula, esteve hoje (15) em Americana para eventos da ADCF Unimed. Inicialmente, na sede administrativa da Unimed, participou de coletiva de imprensa ao lado de diretores da cooperativa médica e do clube de basquete, além de parceiros, autoridades esportivas e políticas.

Em seguida, Magic Paula foi ao complexo do Centro Cívico, onde encontrou-se com 45 meninas de 6 a 16 anos que estão participando do 1º Acampamento ADCF Unimed. Também estavam no ginásio as jogadoras e a comissão técnica da equipe adulta de Americana, campeã paulista e brasileira.

Simpática e atenciosa, Magic Paula fez elogios ao projeto mantido há mais de 10 anos pela ADCF Unimed e que envolve 1,3 mil meninas em Americana, Santa Bárbara d´Oeste e Nova Odessa. “Sei do trabalho que é realizado neste projeto e parabenizo a todos os envolvidos. Enquanto muitos clubes querem apenas montar times adultos, a Unimed tem preocupação com as escolinhas e categorias de base”, enalteceu a ex-jogadora.

“O esporte é uma ferramenta fantástica e maravilhosa para transformação e desenvolvimento de crianças, agregando valores importantes para o futuro. A ADCF Unimed está de parabéns pelo trabalho que desenvolve, a exemplo das empresas que acreditam e investem no projeto”, acrescentou Magic Paula.

No contato com as meninas do 1º Acampamento ADCF Unimed, além de responder perguntas das crianças e adolescentes e posar para dezenas de fotos ao lado delas e familiares, Magic Paula deu conselhos, ressaltando a importância da prática esportiva e dos estudos.

“Para chegar à seleção brasileira, é preciso força, é preciso resistência. Nem todas conseguem, mas o fundamental é viver o esporte de maneira intensa, com dedicação máxima, e também estudar bastante, pois a carreira de atleta vai até determinado momento e depois cada uma tem que seguir uma outra profissão, uma outra paixão”, disse.

“O que nosso país precisa é de cidadãos que possam construir uma sociedade melhor. Nós, da Unimed, junto com nossos parceiros, estamos simplesmente encantados e orgulhosos em poder ainda, e se Deus quiser o faremos por muito tempo, manter um projeto desta envergadura”, falou o Dr.Guilherme Henrique de Souza Ferreira, diretor técnico de Suprimentos da cooperativa Unimed .

“Não é sempre que conseguimos reunir duas campeãs mundiais num mesmo evento e hoje estamos tendo esse privilégio. O que nos deixa ainda mais felizes é que isso ocorre em virtude de uma ação voltada a crianças, que são a razão principal do nosso projeto”, disse o presidente da ADCF Unimed, Ricardo Molina Dias, numa referência ao título do Mundial de 1994, na Austrália, conquistado pela seleção brasileira que, entre suas jogadoras, tinha Magic Paula e Adriana Santos, hoje coordenadora do basquete da ADCF Unimed.

Texto: Zaramelo Jr.

Foto: Wado Pellizoni