O JOGO

Jair Henrique recebe honraria na Câmara de Americana

Rafael Macris e Jair Henrique: homenagem na Câmara

Rafael Macris e Jair Henrique: homenagem na Câmara

Medalhista de ouro (arremesso de dardo) e bronze (arremesso de peso) nos Jogos Parapan-Americanos, realizados em Lima, no Peru, em agosto, Jair Henrique de Souza Porfírio recebeu honraria na Câmara de Americana, em sessão solene realizada na noite de terça-feira. O lançador foi agraciado com a Medalha de Mérito Ayrton Senna por iniciativa do vereador Rafael Macris.

Além de familiares e amigos de Jair e do autor do projeto de decreto legislativo que motivou a homenagem, também marcaram presença na sessão o vice-prefeito Roger Willians, o vereador Professor Padre Sérgio e o ex-secretário de Esportes Osvaldo Klein Neto (Foca).

“Jair, você é fera demais. O mínimo que eu poderia fazer por um atleta do seu calibre é prestar essa homenagem, entregando a maior honraria do esporte de Americana. Você é um gigante, um exemplo de superação como atleta e ser humano. Seu diferencial é o seu coração, carisma, carinho, amizade e o jeito que lida com as pessoas. Tenho certeza que sua trajetória seguirá sendo vitoriosa e você conquistará o ouro nos Jogos Paralímpicos”, disse Macris durante discurso.

Roger Willians ressaltou a determinação do medalhista paran-americano

Roger  ressaltou a determinação do medalhista parapan-americano

Roger Willians citou que “fiz questão de vir dar um abraço no Jair, que é um gigante nas glórias, na determinação, na disciplina. Quando fui secretário de Esportes, ficava olhando ele treinar e sabia que tudo era questão de tempo para chegar ao topo. Você nos representou com honra nos Jogos Parapan-Americanos e essa medalha, pelo nome que ela leva, serve como uma luva para você.”

“Me tornei amigo do Jair quando conheci suas passagens de vida. Um dia, ele me disse que queria ser advogado. Conversando com seu pai, achamos que o melhor era investir na carreira de educador físico, pois tem tudo a ver com o esporte, e conseguimos bolsa na FAM (Jair estuda na faculdade). Ele é um exemplo em todos os sentidos, é o atleta do ano”, afirmou Foca Klein.

Foca Klein

Foca Klein disse que “Jair é exemplo em todos os sentidos”

Na tribuna da Câmara, visivelmente emocionado e contendo as lágrimas, Jair Henrique agradeceu a todos os presentes à solenidade, a Macris pela homenagem, lembrou do técnico André Zappia (“Foi um mestre para mim”) e fez uma declaração ao pai adotivo Sérgio Carlos dos Santos, que, por problema de ordem pessoal, não pode ir à Câmara.

“Se meu pai não tivesse dado o passo de me adotar, não sei onde estaria agora. Ele, dia e noite, me cobra e mesmo com meus erros nunca desistiu de mim. Ele foi o foco para que eu conquistasse minhas medalhas. E essa medalha que recebo hoje, com toda certeza, é mais dele do que minha”, falou Jair.

Jair Henrique: "Essa medalha é mais do meu pau do que minha"

Jair Henrique: “Essa medalha é mais do meu pai do que minha”