O JOGO
  • -->

Giovanni vence em Limeira e Théo assume a liderança

Giovanni foi o mais regular e ganhou a sexta etapa do PDC

Giovanni (99) foi o mais regular e ganhou a sexta etapa do PDC

A Copa Sópneus Goodyear de Kart Pé de Chumbo voltou em alto estilo, sábado (18), em Limeira, com a realização da sexta etapa. O vencedor da rodada que abriu a 2ª fase foi Giovanni Pamfílio, que somou 51 pontos – ele ficou em terceiro lugar nas duas baterias.

Além de Giovanni, quem também saiu feliz do Kartódromo João Baptista Brum foi Théo Pioli Trevisani, que foi o quinto colocado na etapa, somou 48 pontos e assumiu a liderança do campeonato.

Agora, Théo totaliza 289 pontos, 16 a mais que Felipe Santo André (Tite), que participou (e ganhou) de apenas uma bateria em Limeira e fez 29 pontos, caindo para a vice-liderança. Com a vitória na etapa, Giovanni chegou aos 259 pontos e entrou de vez na briga pelo título da temporada.

Sétimo colocado na rodada (46 pontos), Marcel Torina manteve a quarta posição no geral com 247 pontos. Quem ganhou uma posição e entrou no Top 5 foi Rogério Pompermayer. Vice-campeão em Limeira, somou 49 pontos, chegou a 239 e superou Rafael Contatto.

Na Light, William Saura, apesar de sequer ter ido ao pódio, manteve a liderança com 163 pontos. Candido Neto, ganhador da etapa, chegou aos 159 pontos e encostou no ponteiro da categoria.

A sétima etapa do Pé de Chumbo será realizada no Kartódromo San Marino, em Paulínia, no dia 22 de setembro.

Tite (67) largou na pole e ganhou a primeira corrida em Limeira

Tite (67) largou na pole e ganhou a primeira corrida em Limeira

Corrida 1

Tite Santo André dominou a corrida 1 na sexta etapa do PD´Chumbo. Mais rápido na tomada de tempos, largou na pole position e apenas nas duas primeiras voltas sofreu um pouco de pressão de Marcel Torina. Aos poucos, ele abriu vantagem e venceu sem maiores problemas.

Tite fechou aos 20 voltas em 18m03s817, vantagem de 5s165 para Marcel e de 11s479 para Giovanni. O ganhador ainda registrou a melhor volta com 53s882.

Patrik (44) resistiu à pressão e ganhou a corrida 2

Patrik (44) resistiu à pressão e ganhou a corrida 2

Corrida 2

A corrida 2 em Limeira foi de Patrik Camargo Neves. Com a inversão de grid, saiu na pole position e ali ficou durante as 20 voltas. Ele foi pressionado ora por Rogério Pompermayer, ora por Douglas Pitoli, mas resistiu e recebeu a bandeira quadricula ao completar a prova em 18m26s665.

Patrik venceu com vantagem mínima para seus perseguidores, ou seja, 0s0061 para Pompermayer, 0s336 para Giovanni e 0s497 para Douglas Pitoli (que acabou penalizado e perdeu o quarto lugar para Théo). A volta mais rápida foi de Pitoli: 54s299.

Théo assumiu a liderança doa temporada 2018 do Pé de Chumbo

Théo assumiu a liderança doa temporada 2018 do Pé de Chumbo

Geral

Na somatória das duas corridas no Kartódromo João Baptista Brum, Giovanni Pamfílio ficou com o título da etapa somando 51 pontos. Em segundo lugar, com 49 pontos, ficou Pompermayer. Patrik foi o terceiro também com 49 pontos, enquanto Pitoli garantiu o quarto lugar e Théo o quinto, ambos com 48 pontos. Pelo regulamento do campeonato, quando há a mesma pontuação, o critério para desempate é o resultado da bateria 1.

Na Light, o ganhador da rodada em Limeira foi Cândido Neto, com 38 pontos, seguido por Alexandre Bassora (35), Oswaldinho Nogueira (35), André Gonçalves (34) e Carlos Barbosa (32).

Neto está cada vez mais na briga pelo título da Light

Neto está cada vez mais na briga pelo título da Light

Classificação

A classificação geral da Copa Sópneus Goodyear de Kart Pé de Chumbo ficou sendo a seguinte após a disputa a sexta etapa da temporada 2018:

1º) Theo Pioli Trevisani – 289 pontos

2º) Felipe Santo André – 273

3º) Giovanni Pamfílio – 259

4º) Marcelo Torina – 247

5º) Rogério Pompermayer – 239

6º) Rafael Contatto – 222

7º) Patrik Camargo Neves – 206

8º) Douglas Pitoli – 204

9º) Carlinhos Carrion – 199

10º) Marcelo Contatto – 185

11º) William Saura – 163

12º) Candido Neto – 159

13º) Marcelo Marusso – 152

14º) Alexandre Bassora – 149

15º) Oswaldinho Nogueira – 148

16º) Mayckon Mota – 134

17º) Alberth Janjon – 133

18º) André Gonçalves – 129

19º) Carlos Valladão – 109

20º) Pedro Marusso – 95

21º) Mauro Torina – 93

22º) André Moraes – 81

23º) Ricardo Travaglia – 79

24º) Carlos Barbosa – 55

24º) Ivan Dantas – 54

25º) Netto Meneghel – 52

27º) Fábio Santarosa – 41