O JOGO

Após 38 anos, Americana fica fora dos Regionais

Roger Willians cortou os investimentos no esporte de alto rendimento de Americana

Roger Willians cortou os investimentos no esporte de alto rendimento de Americana

Principal força esportiva regional até 2013, com várias conquistas de títulos, Americana vive situação atípica em 2015 em termos de Jogos Regionais da 4ª Região do Estado: presente em todas as edições realizadas entre 1976 e 2014, ou seja, durante 38 anos, a cidade está fora da edição deste ano, que acontece em São José do Rio Pardo, em julho.

O prazo para confirmação de participação já terminou e Americana não está inscrita em nenhuma modalidade. Algumas equipes estão suspensas dos Regionais´2015, pois tinham vaga nos Jogos Abertos do Interior do ano passado, mas a cidade abriu mão de disputar a competição.

Em razão disso, foram punidas pela Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer do Estado as equipes de basquete feminino, biribol masculino, ciclismo masculino e feminino, futebol masculino, futsal feminino, ginástica artística masculina e feminina, ginástica ritmica feminina, malha, tênis masculino e feminino, e tênis de mesa feminino.

Americana poderia ser representada em São José do Rio Pardo pelas demais modalidades, mas a maioria deixou de ter atividades em termos de competição a partir do momento em que o jornalista Roger Willians Fonseca assumiu como secretário de Esportes. Sob argumento de crise financeira, o poder público cortou os investimentos no esporte de alto rendimento.

Às poucas modalidades ainda existentes em Americana foi passado pela Secretaria de Esportes que, caso quisessem ir aos Jogos Regionais, teriam de buscar recursos por conta própria para bancar as despesas. Nenhuma se interessou pela “proposta”.

Com Americana fora das competições, atletas e equipes locais estão recebendo convites para representar outras cidades nos Jogos Regionais não apenas da 4ª Região, em São José do Rio Pardo, como também da 5ª Região, que tem Santa Bárbara d´Oeste como sede.

Zaramelo Jr.

O Jogo | 21 de junho, 2015