O JOGO
  • -->

ABC faz dois campeões no Brasileiro de BMX

Tiago Bueno de Oliveira conquistou o título na Boys 9 anos

Tiago Bueno de Oliveira conquistou o título na Boys 9 anos

Com recorde de participantes, Americana sediou no final de semana (7 e 8) o Campeonato Brasileiro de BMX Race 2018. Nada menos do que 752 pilotos de 21 estados disputaram a competição na nova pista do Complexo Poliesportivo Ayrton Senna, no bairro Machadinho. O número superou a seletiva do Mundial de 2002, que reuniu 693 atletas.

Entre os 40 campeões brasileiros, dois deles são do Americana Bicicross Clube (ABC): Felipe de Araújo Laurindo, na Especial, e Tiago Bueno de Oliveira, na Boys 9 anos. Os dois foram superiores aos adversários desde as classificatórias até as finais e garantiram os títulos para a equipe americanense.

O ABC também teve outros destaques na competição nacional. Júlia Lorenlay Rocha da Silva foi vice-campeã na Girls 11/12 anos, enquanto Caroline Vitória Rossi Amazonas ficou em terceiro lugar na Girls 15/16 anos, a exemplo de Ubiratan José Ignácio Cunha na Cruiser 40/44 anos.

Já Gael Doná garantiu o quarto lugar na Boys 5/6 anos. Vinicius Andrade Gualtieri e Eduardo Pedro de Oliveira Filho ficaram na quinta colocação da Boys 12 anos e Boys 13 anos, respectivamente. Lucas Augusto de Almeida e Souza, na Elite Men; Igor Gabriel do Amaral, na Boys 13 anos, e Rogelio Cançado, na Master, conseguiram o sétimo lugar. Joasle Haziel do Prado Gianezzi terminou em oitavo na Boys 11 anos, mesmo resultado de Vitor Marotta na Junior Men.

No geral, São Paulo teve o melhor desempenho por estado e somou 504 pontos. Santa Catarina ficou em segundo lugar com 490 pontos. Na sequência vieram Rio Grande do Sul, com 455; Goiás, com 432; Ceará, com 386; e Rio de Janeiro, com 240.

Para sediar o Brasileiro´18, o ABC revitalizou o espaço da modalidade no complexo. Entre os serviços realizados, destacam-se as alterações e atualizações de obstáculos na pista, aplicação de impermeabilizante e instalação de alambrado. Tudo com apoio de patrocinadores e doações, além do trabalho voluntário de atletas e pais.

Aladin prevê evolução de Americana

Aladin Duarte esteve atento a todos os detalhes de organização

Aladin Duarte esteve atento a todos os detalhes de organização

Presidente do Americana Bicicross Clube (ABX), o ex-piloto Alan Jonas Duarte (Aladin) fez balanço positivo da organização do Campeonato Brasileiro de BMX Race. “Foi bem acima do que esperávamos. Na verdade, muito acima. Tínhamos a preocupação de manter o nível que Campo Bom (cidade do Rio Grande do Sul) apresentou no ano passado e não tenho dúvidas de que alcançamos o objetivo”, disse.

“Conseguimos atrair número recorde de pilotos, o que por si só já é uma conquista altamente expressiva. Americana sempre foi uma cidade simpática no BMX e a nova pista foi determinante para tanta gente vir competir aqui”, ressaltou o presidente. De acordo com Aladin, a pista de Americana agora tem 75% de impermeabilizante de solo e 25% de asfalto.

“Ouvimos elogios da grande maioria a respeito da nossa pista. Sem dúvida, foi o ponto alto do campeonato. Além disso, oferecemos uma estrutura bacana para todos os visitantes. Foi uma competição de qualidade para os pilotos e público”, salientou Aladin.

Após o período de reestruturação da modalidade, com foco na revelação de talentos, o presidente do ABC acredita que, a partir desta edição do Brasileiro, a meta de Americana passa a ser “fazer novos campeões”. “Sempre fomos fortes no BMX e vamos trabalhar para voltar a este patamar. Tenho convicção que a modalidade vai evoluir na cidade em pouco tempo”, finalizou Aladin.

A próxima competição na pista do Complexo Poliesportivo Ayrton Senna, no bairro Machadinho, será a terceira etapa da Copa Regional de BMX, agendada para o dia 5 de agosto.