O JOGO

Check-in Esportivo: Pecchio encerra série sobre maratona

O JOGO_CHECK IN ESPORTIVO

Dando sequência ao tema, hoje temos o complemento do especialista em bioquímica do exercício, fisiologia, treinamento e nutrição, Marco Aurélio Scomparin. Como vimos na semana anterior, existe importância fundamental no tempo certo para formar o maratonista, para uma série de adaptações necessárias, não pule etapas. Confira!

“São adaptações anatômicas e fisiológicas que levam anos e por isso é quase humanamente impossível sair do sedentarismo e correr uma maratona com menos de um ano de treinos sem sofrer lesões. Portanto, tenha bom senso: procure ter acompanhamento técnico específico com profissional de atividade física qualificado, inclua seu cardiologista, sua ou o seu nutricionista e, se possível, consulte-se com fisioterapeuta especialista em corridas, que irá lhe orientar quanto ao tipo de sua passada e o alinhamento correto de seus membros inferiores e superiores. Sua individualidade biológica é o mais importante de todos os princípios do treinamento e mostra que não existem dois seres vivos iguais.

maratona coluna pecchio

 

E tenha muita paciência; não ache você que ao completar “apenas uma prova de 21km” já estará apto a “sair correndo atrás dos 42”.

Isso é muito importante: estamos batendo na mesma tecla e espero que muitos tenham se atentado que o grande segredo para uma preparação exemplar é fazer de maneira correta, com especialistas das áreas e no tempo certo. Não pule etapas!

Agradeço aos profissionais e maratonistas que me ajudaram a escrever essas matérias sobre ‘se a maratona é para qualquer um’ desde o dia 16 de agosto. São eles:

- Marco Aurélio Scomparin, especialista em bioquímica do exercício, fisiologia, treinamento e nutrição.

- Mariana Botasso Seleghini Lenhare, nutricionista esportiva.

- Rodolfo Pinheiro, fisioterapeuta esportivo.

- E os maratonistas Regiane Salomão, Ronnir D’ Pablo Guiroto e Renan Alcântara.

Muito obrigado a todos!

Desejo que essas matérias tenham auxiliado aos leitores e atletas e servido como alertas e orientações para daqui para frente, com todas essas informações colocadas, possam seguir corretamente seus caminhos para a tão desejada maratona.

Antes de finalizar, vale a nota que: 

No sábado, dia 12 de outubro, em Viena, o campeão olímpico e mundial, o queniano Eliud Kipchoge, tornou-se o primeiro homem a correr a distância de 42,195km em menos de 2 horas. Conseguiu fazer a marca de 1h59m40s. Isso mesmo: 1h59m40s!!!

Um dia depois, a também queniana Brigid Kosgei fez a melhor marca de todos os tempos na maratona feminina. A façanha foi obtida em Chicago. Kosgei correu os 42,195km de prova em 2h14m04s.

Vale registrar esses recordes impressionantes!

Até a próxima!